quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

24º Capítulo




Caminhava lentamente através do asfalto, enquanto tudo e mais alguma coisa lhe passava pela cabeça naquele momento. A sua respiração tornara-se pesada de mais, notava-se nela um misto de medo e culpa. Principalmente culpa. E era isso que mais temia, o olhar repreendedor por parte de David que não poderia evitar. Tinha a certeza que isso ia acontecer e mesmo assim tentava esconder-se. Os seus companheiros seguiam a passos largos para o relvado e Sofia debatia-se por comandar as pernas sem que ninguém nota-se a angústia que percorria o mais ínfimo milímetro do seu corpo. Levou a mão ao peito, um peso indescritível apoderava-se de si sem que nada pudesse fazer.

Conseguia ouvir os cânticos entoados por toda a Catedral, 65 000 vozes que se juntavam em torno de uma só ambição inevitavelmente esperada. E como ela queria dar tudo de si naquele jogo, mostrar a confiança que tinha na equipa que a tinha conquistado há muito. Simplesmente não era capaz. Não conseguia racionar, muito menos ser lógica. Não conseguia nada naquele momento.

Parou sem prévio aviso, enquanto via o resto dos seus colegas encaminharam-se para o relvado com extrema rapidez. Não poderia dar parte fraca de si, não se permitia a isso. Levemente encostou-se à parede e deixou-se escorregar, fechando os olhos por breves segundos. Rezou e voltou a rezar, pediu por tudo para permanecer invisível. Estava completamente apavorada, sem escapatória possível. Queria permanecer ali mas o dever chamava-a ,e mesmo sentido-se como uma criança de 5 anos que perde os pais, ir contra os seus princípios e crenças era impensável. Aquela farda trazia-lhe uma responsabilidade e orgulho enorme e estava na altura de mostrar isso.

Deixou que as suas pernas a guiassem e quando chegou ao fundo do túnel, não resistiu a sentir-se mais uma vez maravilhada por aquele Inferno Vermelho. Não havia explicação, era impossível descrever a fé e esperança que reinavam naquele estádio. Dirigiu-se aos seus companheiros e esperou, desesperou pelo inicío do jogo. Já que não havia como evitar, ao menos que valesse a pena.

Sofia sentou-se e levemente baixou a cabeça. Ficou então perdida, vagueando pelos seus pensamentos. Conseguia lembrar-se da última vez que aquele recinto a tinha metido a sonhar.

Flashback On

E durante mais um jogo isso tinha acontecido, estavam nos minutos finais e a bola chegou até David Luiz que rematou e fez golo. Todo o Estádio se levantou num ambiente de festa eufórico, o banco de suplentes quase invadiu o campo.

David correu na sua direcção agarrado ao símbolo da águia que tinha no peito, a garra que mostrava era de louvar. Gritava com todo o ar que podia, festejava de uma maneira única. Chegou perto do banco e lançou-se para cima de Amorin, olhou para as bancadas com o punho cerrado o que levou a uma reacção ainda mais visivél por parte de todos os adeptos. Sofia levantou as mãos e gritou, com uma lágrima no canto do olho, ainda tentava perceber como uma pessoa em quem nunca tocou, tomava conta do seu corpo daquela maneira.

David voltou a olhar na sua direcção, desta vez encontrou-a. Ainda sobre o seu companheiro, esboçou o maior sorriso que pode e levou a mão fechada ao peito, batendo nele duas vezes. Sofia acenou positivamente e repetiu o mesmo gesto que David, mordendo levemente o lábio. Os festejos do golo tinham terminado, assim como o jogo. Graças ao seu Campeão, tinham conseguido a vitória. Podia perceber porque era o ‘menino de ouro’ de Jesus, o seu protegido.

Flashback Off

6 comentários:

Mila disse...

E agora que se reencontraram o que vai acontecer??

Estou curiosa por saber o que se passará a seguir.
Continua

Bjs grandes

Ana M disse...

Sofia este capitulo está lindo a musica então nem se fala da um enfaze ao capitulo que não sei explicar...lindo. Estou em pulgas pelo proximo capitulo. Parabens pela tua forma de escrever onde em cada capitulo expões todos os sentimentos detalhadamente mais uma vez parabéns.Bjs.

Ana disse...

extraordinario...

quero mais...

continua...

Mary disse...

Tão emotivo! Tão Lindo! Tão sentido!
Adoro o que escreves e o sentimento que pões em cada frase e palavra! Adoro!
Adoro!
Adoro!
Kiss

Mary disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Baunilha & Chocolate disse...

A Fanfic da Marie, que outrora estava a ser publicada no seguinte blog : www.david--luiz.blogspot.com , já se encontra online no blog " Baunilha & Chcolate".

Visita e deixa a tua opinião, não irás ficar indiferente :')

www.baunilha--chocolate.blogspot.com